Disciplina - História

Busca Educação

Contexto histórico, autores e obras do Romantismo

A chegada da corte portuguesa ao Rio de Janeiro, em 1808, suscitou um amplo processo de urbanização da nova capital do Império Português. Com as modificações na paisagem carioca, a Colônia caminhava rumo à independência que se concretizou em 1822. Logo após, entre os anos de 1823 a 1831, o Brasil viveu um período conturbado politicamente marcado pelo autoritarismo de D. Pedro I.
É nesse ambiente confuso e inseguro que surge o Romantismo, período de vasta produção literária, com vertentes na poesia, no teatro e na prosa. Traz as seguintes características: a ideologia burguesa; o subjetivismo e o sentimentalismo; a evasão; o nacionalismo, entre outras. Esse movimento tem seu marco fundador em 1836, com a publicação de "Suspiros Poéticos e Saudades", de Gonçalves de Magalhães.

Os três momentos do Romantismo:

  • 1ª Geração - Nacionalista ou indianista - Os principais autores dessa geração foram: Gonçalves Dias, Gonçalves de Magalhães e Araújo Porto Alegre.
  • 2ª Geração - Mal do século ou ultrarromântico: Álvares de Azevedo, Casimiro de Abreu, Junqueira Freire e Fagundes Varela.
  • 3ª Geração – Condoreira Poesia social e libertária: Castro Alves.



Com a urbanização do Rio de Janeiro surge uma nova sociedade consumidora constituída pela aristocracia rural, profissionais liberais e jovens estudantes. Nesse cenário aparecem os romances de costumes que narram o cotidiano dos habitantes do Rio de Janeiro, os quais parecem apreciar essa literatura, que descreve seus hábitos e a sua realidade.
A moreninha

Autores e principais produções literárias
Joaquim Manuel de Macedo – A Moreninha
Manuel Antônio de Almeida – Memórias de um Sargento de Milícias
José de Alencar – Para fins didáticos, as obras de Alencar podem ser classificadas em:

Romances Urbanos ou de costumes: Cinco Minutos – A viuvinha – Sonhos d'ouro – Encarnação – Lucíola – Diva – Senhora.
Romances histórico: As minas de prata – A guerra dos Mascates.
Romances Regionais: O Sertanejo - O gaúcho. Romances Rurais: Ti – O troco do ipê.
Romances Indianistas: O guarani – Iracema – Ubirajara.

Baixar o vídeo

Teatro romântico

No Romantismo também desenvolveu-se o teatro nacional, que teve como precursor Gonçalves de Magalhães, mas a consolidação desse gênero deve-se a Martins Pena, o fundador da comédia de costumes, na qual satiriza a sociedade brasileira de então.
Recomendar esta página via e-mail: